Notícias

OBRA EM ESTRADA QUE LIGA CAETÉ A BARÃO DOS COCAIS SERÁ ANTECIPADA

Com a interdição da ponte sobre o Rio das Velhas na BR-381 na última semana, os problemas de tráfego na rodovia foram intensificados e a população precisou utilizar de rotas alternativas para chegar a seu destino. Tendo em vista os transtornos causados pelos problemas de infraestrutura e a lentidão do governo federal para melhorar o acesso ao Vale do Aço, o governador Anastasia anunciou a antecipação de obras do programa Caminhos de Minas.

Para o deputado Paulo Abi-Ackel, essa situação nas estradas de Minas já poderia ter sido resolvida há oito anos, mas enquanto o governo federal discutia sobre a duplicação ou concessão da BR-381 conhecida como “Rodovia da Morte”, a ponte sobre o rio das velhas simplesmente ruiu e causou enorme transtorno para as populações das cidades de Sabará, Caeté, em especial, Santa Bárbara, Barão de Cocais, e tantas outras regiões circunvizinhas a Belo Horizonte.

Paulo Abi-Ackel, inclusive, apresentou uma proposta do PSDB, em especial, do senador Aécio Neves, no plenário da Câmara dos Deputados, para transferir a responsabilidade das rodovias federais, mediante repasse da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE), para o estado de Minas Gerais. Segundo ele, essa seria uma alternativa de prover as estradas das melhorias fundamentais e evitar os lamentáveis acidentes que classificaram a BR de “rodovia da morte”.

Grande defensor do asfaltamento dessa estrada e um dos articuladores para sua inclusão no Programa Caminhos de Minas, o deputado Paulo Abi-Ackel considerou acertada a decisão do governador de antecipar as obras e disse que será muito útil para toda região. “Estou certo de que o governador Anastásia fará tudo o que estiver ao seu alcance para trazer a tranquilidade de volta aos mineiros que moram nos municípios prejudicados com a interdição dessa ponte, no entanto, continuamos na luta pela duplicação da BR-381”, disse.

Conheça o Programa Caminhos de Minas

O Governo de Minas Gerais irá liberar R$ 105 milhões para a realização de obras nos trechos que ligam Taquaraçu de Minas a Bom Jesus do Amparo – alternativa norte – e o que liga Caeté a Barão de Cocais, a alternativa sul. O objetivo do programa é realizar obras de infraestrutura viária em 7,6 mil km de estradas do estado pavimentando 223 trechos e beneficiando 297 municípios mineiros.

autor: assessoria de imprensa